×

IPAM Amazônia | MapBiomas anuncia Sistema de Alerta de Desmatamento no Cerrado

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas
IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

MapBiomas anuncia Sistema de Alerta de Desmatamento no Cerrado

11.01.2022Notícias
daisy photographed from below
Foto: Thomas Bauer/ISPN

Em nota publicada nesta segunda-feira, 10, a iniciativa MapBiomas anunciou o desenvolvimento do SAD (Sistema de Alerta de Desmatamento) específico para o Cerrado, que poderá ser ativado em face do risco de descontinuidade da atuação dos programas Prodes e Deter do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) para o bioma.

“A detecção do desmatamento por sensoriamento remoto no Cerrado é uma ação estratégica para a proteção da biodiversidade e para o regime de águas na região onde nascem as principais bacias hidrográficas do país. Também é fundamental para garantir transparência sobre informações ambientais numa das regiões mais importantes para a produção da agropecuária nacional”, consta no documento.

Diretor no Inpe, Clézio De Nardin disse que não são verdadeiras as informações de que o monitoramento do Cerrado seria descontinuado a partir de abril por falta de verba. “Isso não é verdade. Pelo contrário, estamos ampliando o monitoramento dos biomas brasileiros. O que se encerrou foi um financiamento para o bioma Cerrado, agora nós estamos buscando recursos através do Fundo Nacional de Ciência Tecnologia para continuar esse programa”, afirmou em um vídeo publicado nas mídias sociais do órgão.

O Cerrado é o segundo maior bioma do Brasil, onde nascem 8 das 12 principais bacias hidrográficas do país. É a savana mais biodiversa do planeta e um hotspot de biodiversidade mundial. Além de abrigar milhões de brasileiros e brasileiras, o Cerrado é fonte de renda de povos, comunidades tradicionais, agricultores familiares. Um verdadeiro pilar da economia e da produção agrícola nacional.

“Esperamos que a ameaça de paralisação do Prodes e do Deter Cerrado não se concretize e que o trabalho de excelência realizado pelo Inpe continua a ser apoiado e valorizado. Mas, se isso acontecer, faremos todo o possível para que o monitoramento seja garantido e disponível a toda a sociedade por meio do SAD Cerrado”, encerra a nota do MapBiomas. Leia a íntegra.

Sobre o MapBiomas

Iniciativa multi-institucional que processa imagens de satélites com inteligência artificial e tecnologia de alta resolução em uma rede colaborativa de especialistas, universidades, ONGs, instituições e empresas de tecnologia para a criação de séries históricas e mapeamentos de uso e cobertura da terra no Brasil. O IPAM é a instituição responsável pelo mapeamento da vegetação nativa no bioma Cerrado dentro da rede MapBiomas.


Este projeto está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Saiba mais em https://brasil.un.org/pt-br/sdgs.