Riparian forests buffer the negative effects of cropland on macroinvertebrate diversity in lowland Amazonian streams

6 de maio de 2021

maio 6, 2021

N. C. S. Marques, K. J. Jankowski, M. N. Macedo, L. Juen, A. Luiza-Andrade, L. A. Deegan

Riparian forests regulate stream ecosystems and biodiversity. Therefore, changes to riparian structure may threaten stream ecosystem function by triggering taxonomic and functional changes to aquatic communities. Because macroinvertebrate assemblages are sensitive to environmental changes, they can be effective indicators of stream integrity in disturbed landscapes. To assess the role of riparian forests in maintaining tropical stream communities in areas experiencing large-scale watershed disturbance, we quantified the taxonomic and functional response of stream macroinvertebrate communities to forest clearing in the southeastern Amazon’s agricultural frontier, a region experiencing widespread deforestation. Our results show that watershed deforestation can lead to significant changes in macroinvertebrate richness and community composition. We found a predominance of shredders in forested watersheds; scrapers in cropland watersheds with riparian forests; and collector-filterers in cropland watersheds without riparian forest buffers. Taxonomic composition was controlled by available organic material in forested watersheds and by periphyton in cropland sites regardless of whether they had a riparian buffer. Our results show that the clearing of riparian forests alters food sources supporting aquatic food webs, leading to ecosystem-level shifts through changes in light and temperature dynamics that affect aquatic communities in areas with intense land-use change such as the southeastern Amazon.

Leia o artigo completo.

Read the full article.

Baixar (sujeito à disponibilidade)

Download (subject to availability)



Este projeto está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Saiba mais em brasil.un.org/pt-br/sdgs.

Veja também

See also

Relatório de apresentação das características socioeconômicas e ambientais do território da BR 163 / PA

Relatório de apresentação das características socioeconômicas e ambientais do território da BR 163 / PA

O documento sintetiza as principais características e demandas do território BR 163 PA com a finalidade de apresentar dados concretos da real situação social, econômica e ambiental dos municípios que compõem este território almejando fortalecer a articulação entre atores sociais e governos municipais com a consolidação do território junto ao MDA para que esta iniciativa seja um instrumento vetor/catalisador de políticas públicas para o desenvolvimento local com qualidade socioambiental e melhoria de vida da população mediante ao fortalecimento econômico dos setores produtivo da região.

Fortalecimento na gestão de empreendimentos da agricultura familiar da Amazônia: a experiência de municípios paraenses nos programas CapGestão e CapGestores

Fortalecimento na gestão de empreendimentos da agricultura familiar da Amazônia: a experiência de municípios paraenses nos programas CapGestão e CapGestores

A publicação “O Fortalecimento na gestão de empreendi mentos da agricultura familiar da Amazônia” chega como um material essencial para compreender a experiência de cidades paraenses a partir das ações dos programas CapGestão e CapGestores. A obra aponta ainda de que modo a Amazônia pode se beneficiar com iniciativas que trabalham para fortalecer habilidades e capacidades nos serviços de assistência técnica e extensão rural (ATER).