More food, more forests, fewer emissions, better livelihoods: linking REDD+, sustainable supply chains and domestic policy in Brazil, Indonesia and Colombia

10 de abril de 2014

abr 10, 2014

Daniel Nepstad, Silvia Irawan, Tathiana Bezerra, William Boyd, Claudia Stickler, João Shimada, Oswaldo Carvalho, Katie MacIntyre, Alue Dohong, Ane Alencar, Andrea Azevedo, David Tepper, Sarah Lowery

The triple, intertwined challenges of climate change, the conversion of tropical forests to crop lands and grazing pastures, and the shortage of new arable land demand urgent solutions. The main approaches for increasing food production while sparing forests and lowering carbon emissions include sustainable supply chain initiatives, domestic policies and finance, and REDD+. These approaches are advancing largely in isolation, separated by different scales of intervention, performance metrics and levers for shaping land user behavior. As a result of this disconnect, farmers are receiving few, if any, positive incentives to forgo legal forest clearing and to invest in more sustainable production systems. These three approaches could become mutually reinforcing through integrated, performance-based incentive systems operating across regions and scales, linked through a shared metric of jurisdiction-wide performance introduced here as the Jurisdictional Performance System.

Leia o artigo completo.

Read the full article.

Baixar (sujeito à disponibilidade)

Download (subject to availability)



Este projeto está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Saiba mais em brasil.un.org/pt-br/sdgs.

Veja também

See also

Indicar Estados – Monitoreo del Impacto de las Políticas de Prevención y Control de la Deforestación en la Amazonia Brasileña

Indicar Estados – Monitoreo del Impacto de las Políticas de Prevención y Control de la Deforestación en la Amazonia Brasileña

Para completar este vacío de información sobre los impactos de las políticas prioritarias de prevención y control de la deforestación en la Amazonia brasileña, el Proyecto Indicar Estados fue creado. La iniciativa incluye la creación de indicadores de impacto de...

Assentamentos Sustentáveis na Amazônia: agricultura familiar e sustentabilidade ambiental na maior floresta tropical do mundo

Assentamentos Sustentáveis na Amazônia: agricultura familiar e sustentabilidade ambiental na maior floresta tropical do mundo

Coordenado pelo Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) entre 2012 e 2017, o projeto “Assentamentos Sustentáveis na Amazônia (PAS): o desafio da produção familiar em uma economia de baixo carbono”, que será apresentado nesta publicação, fornece subsídios para a construção desse novo modelo de agricultura familiar, capaz de enfrentar os desafios impostos pela agricultura de baixo carbono e de levar desenvolvimento sustentável para a região. Em cinco anos de atividades, o PAS beneficiou 2.700 famílias de três assentamentos de reforma agrária no Estado do Pará, mostrando que é possível reduzir o desmatamento em 73% e aumentar a produção, em média, em 120%. Para chegar a esse resultado, foram empregadas medidas para regularização ambiental, melhoria dos sistemas produtivos, fomento da cadeia de valor e valorização da floresta em pé, que serão apresentadas neste sumário executivo e detalhadas na publicação.

Sistema Participativo de Monitoramento e Avaliação do PA Moju I&II e PDS Igarapé do Anta: Primeiros Resultados

Sistema Participativo de Monitoramento e Avaliação do PA Moju I&II e PDS Igarapé do Anta: Primeiros Resultados

A presente cartilha tem a finalidade de apresentar os resultados da primeira rodada de implantação do sistema participativo de monitoramento e avaliação, e que deve servir como “linha de base” ou ponto de referência para a análise de informações dentro do sistema daqui para frente.