×

IPAM Amazônia | Reunião discute novo método de licenciamento ambiental no Oeste do Pará

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas
IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Reunião discute novo método de licenciamento ambiental no Oeste do Pará

09.11.2020Notícias
daisy photographed from below
Novabov: Sustentabilidade da Cria ao Bife. Foto: Divulgação/IPAM

Cerca de 20 servidores de secretarias municipais de meio ambiente do oeste do Pará participaram na última quinta-feira (5/11) da “Reunião técnica virtual sobre licenciamento ambiental”, organizada pelo IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia). O encontro fez parte do projeto do Instituto “Novabov: Sustentabilidade da Cria ao Bife”, em parceria com a SEMAS-PA (Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Pará) e a SEMMA (Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santarém ).

O encontro promoveu reflexões sobre o processo de licenciamento ambiental de atividades rurais nos municípios e analisou possibilidades de transição de procedimentos físicos — realizados nos balcões de atendimento das secretarias municipais — para sistemas eletrônicos, que permitam o licenciamento à distância.

Na reunião, os participantes debateram o SISLAM (Sistema de Licenciamento Ambiental Municipal), método eletrônico do governo do Estado do Pará, que está em fase de testes, e, em breve, será disponibilizado para municípios habilitados. Os servidores também puderam entender melhor o sistema de licenciamento ambiental utilizado pelo município de Santarém.

Para a diretora adjunta do IPAM, Lucimar Souza, a elaboração dessa ferramenta é um grande passo na busca de uma gestão municipal do meio ambiente mais eficiente. “Há muitos desafios a serem superados, mas a partir da implementação do SISLAM, o Estado do Pará dará um salto na qualidade do atendimento à população rural, visando a regularização ambiental de atividades rurais”.

Além dos servidores das secretarias municipais do oeste do Pará e de membros do projeto, o encontro on-line contou com a presença de representantes da SEMAS-PA e de empresas desenvolvedoras de sistemas eletrônicos de licenciamento ambiental.


Este projeto está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Saiba mais em https://brasil.un.org/pt-br/sdgs.