Desmatamento na Amazônia mato-grossense (Prodes/2015): Análise das características do desmatamento e das políticas públicas implementadas

30 de janeiro de 2016

jan 30, 2016

Andrea Azevedo, Alice Thuault, Cecilia Simões, Isabel Castro, Edilene Fernandes do Amaral, Ana Paula Valdiones

O estado de Mato Grosso é um estado chave na Amazônia brasileira para conciliar a produção agropecuária e a redução do desmatamento. Essa equação é fundamental para diminuir o papel das emissões da agropecuária e das mudanças no uso da terra nas mudanças climáticas globais. Entre 2005 e 2014, Mato Grosso reduziu o desmatamento na floresta amazônica em 87%, ao mesmo tempo em que mais que duplicou seu produto interno bruto (PIB).

Em 2015, no entanto, o Prodes detectou um desmatamento total de 1.508km², a maior taxa anual desde 2008. Neste documento apresentamos as características do desmatamento detectado pelo Prodes de Agosto de 2014 a Julho de 2015, além das principais medidas implementadas até hoje para reduzi-lo. Também formulamos recomendações para conseguir uma redução significativa e duradoura do desmatamento. A Estratégia “Produzir, Conservar e Incluir” apresentada na COP21 contempla parte dessas recomendações.

Baixar (sujeito à disponibilidade)

Download (subject to availability)



Este projeto está alinhado aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Saiba mais em brasil.un.org/pt-br/sdgs.

Veja também

See also

EXTRACTIVE RESERVES IN THE BRAZILIAN AMAZON THIRTY YEARS AFTER CHICO MENDES: SOCIAL MOVEMENT ACHIEVEMENTS, TERRITORIAL EXPANSION AND CONTINUING STRUGGLES

EXTRACTIVE RESERVES IN THE BRAZILIAN AMAZON THIRTY YEARS AFTER CHICO MENDES: SOCIAL MOVEMENT ACHIEVEMENTS, TERRITORIAL EXPANSION AND CONTINUING STRUGGLES

The Brazilian Amazon contains the largest remaining contiguous forest in the tropics, but also faces strong development pressures and one of the highest rates of deforestation in the world. In the 30 years since the murder of the rubber tapper leader Chico Mendes...