×

IPAM AmazôniaRestauração estratégica de áreas privadas da Amazônia brasileira - IPAM Amazônia

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas
IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Restauração estratégica de áreas privadas da Amazônia brasileira

22.08.2017

Neste trabalho, propõe-se um protocolo estratégico para auxiliar na tomada de decisões em relação à implementação do novo Código Florestal. O estudo foi desenvolvido na microrregião de Colíder, município de Mato Grosso, determinando níveis de prioridade para a restauração com espécies nativas em propriedades privadas. Ademais, foram estimados os níveis de investimento necessários para a restauração de três cenários distintos. O trabalho faz parte de um intercâmbio de estudantes de pós-graduação da Universidade de Chicago e de universidades brasileiras no IPAM.

Autoras: Lígia Amoroso Galbiati e Mariana Botero; mentores: Dr. Paulo Moutinho, Dr. Raissa Guerra, Nicole Anderson, Millie Chapman

[:pt]Download do Documento[:en]Download here