×

IPAM Amazônia | IPAM apresenta experiência com assentamentos no 8º Fórum Mundial da Água

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas
IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

IPAM apresenta experiência com assentamentos no 8º Fórum Mundial da Água

15.03.2018Notícias
daisy photographed from below

O projeto “Nossa Água”, que beneficiou cerca de 500 famílias em assentamentos no Pará, será apresentado em duas sessões durante o 8º Fórum Mundial da Água, evento internacional que começa neste fim de semana em Brasília.

A iniciativa funcionou entre 2012 e 2017 e instalou 156 sistemas de abastecimento utilizando diferentes tecnologias sociais para viabilizar água potável para famílias de baixa renda e em situação de vulnerabilidade social. O projeto foi executado pelo IPAM com apoio do Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), e em parceria com o INCRA e organizações de base de três territórios da região oeste do Pará.

A primeira sessão, que tem o título de “Realidades invisíveis”, trata da segurança hídrica em situações de vulnerabilidade; a segunda, da interação entre decisões políticas e parcerias de compartilhamento de benefícios. Ambas representam o âmago do “Nossa Água”: a universalização do acesso ao recurso.

“Dividir essa experiência no Fórum Mundial da Água é uma oportunidade para quebrar a falsa impressão que a Amazônia tem abundância desse recurso disponível para todos. Ter acesso a água potável para suprir necessidades básicas é um desafio em várias comunidades dos assentamentos rurais que atuamos”, afirma a pesquisadora do IPAM e coordenadora do projeto, Erika Pinto.

Antes do projeto, muitos assentados tinham de percorrer mais de 20 quilômetros para conseguir água, e nem sempre ela era adequada para o consumo. Para resolver o problema, foram identificadas as tecnologias para abastecimento mais adequadas em cada região, considerando questões como disponibilidade em corpos d’água subterrâneos, geografia local, custos e costumes da comunidade. Os usuários também passaram por capacitações para usar a tecnologia e gerir o recurso de forma sustentável.

“O grande ganho desse projeto foi o aumento da segurança alimentar e nutricional e a diminuição do risco de doenças causadas pelo consumo de água em condições impróprias”, explica Pinto.

Além da apresentação, o projeto também concorre a um prêmio no fórum, com um minidocumentário que conta sua história, na categoria “Melhores soluções para compartilhamento de água”. Clique aqui e vote!

Sessão temática: Realidades invisíveis: água e saneamento para populações em situações de vulnerabilidade

Quando: 20 de março (terça-feira), de 11h a 12h30, na sala 23

Sessão temática: Pessoas, ciência e governos: dados e conhecimento sobre água e metas climáticas

Quando: 21 de março (quarta-feira), de 16h30 a 18h, na sala 30