×

IPAM Amazônia | No man’s land in the Brazilian Amazon: Could undesignated public forests slow Amazon deforestation?

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas
IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

Protocolo quioto, o que é protocolo de quioto, porque lugares como florestas tem mais chuvas?, credito de carbono, redd, mudanças climáticas globais, o que é efeito estufa, protocolo de kyoto

Protocolo de Quioto, Ipam, Efeito Estufa, Mercado de Carbono, Recuperação de áreas degradadas, Mudanças Climáticas, Crédito de Carbono, Mudanças Globais climáticas

IPAM Amazônia | Desenvolvimento sustentável da Amazônia pelo crescimento econômico, justiça social e proteção da integridade de seus ecossistemas.

No man’s land in the Brazilian Amazon: Could undesignated public forests slow Amazon deforestation?

20.04.2018Artigos científicos Claudia Azevedo-Ramos, Paulo Moutinho

Here we argue that a faster and more cost-effective way to reduce deforestation in the Brazilian Amazon would be the immediate allocation of ca. 70 million hectares of still undesignated public forestlands to conservation and social use. Currently, this massive block of forests is not under effective supervision by a designated public agency, increasing the risk of continued land grabbing and predatory use. These undesignated public lands accounted for 25% of recent deforestation, emitting 200 million tons of CO2.

Under the current scenario of deforestation growth in the region, the immediate allocation of undesignated forestlands to conservation or social use by the government will reduce the availability of unsupervised public land, increase forest protection and, therefore, decrease deforestation and carbon emissions. Additionally, the action would send an unmistakable sign to the international community of Brazil’s will to increase governance of its large share of the Amazon forest.

Full article.

Artigo completo.